“Será que me adapto ao Kindle?”

Por @meire_md

Este post é destinado a quem se pergunta se deve ou não comprar um aparelho Kindle.

Muitas pessoas  não se adaptam e isso pode ser o seu caso.

Vem comigo que vou dar várias dicas para que você faça os devidos testes gastando nada ou quase nada.

Os livros de papel vão desaparecer?

Não sei se um dia os e-books substituirão completamente os livros de papel… penso que vai depender das escolhas das próximas gerações.

Como amante dos livros de papel, obviamente desejo —e acredito — que eles não sejam extintos. Penso assim porque as experiências de leitura são muito diferentes. Muito, mesmo.

Na minha experiência de leitora assídua, um tipo de leitura não substitui o outro.

Tenho claramente setorizado o que prefiro ler em papel, o que vou ler em e-book e o que os meus dispositivos com Alexa vão ler para mim.

A maior parte dos e-books em formato Kindle pode ser lida por qualquer dispositivo com Alexa, inclusive a sua televisão, seu celular ou seu tablet.

Para alguns títulos mantenho tanto a versão e-book Kindle quanto a em papel. Cada formato cumpre uma finalidade.

Um exemplo recente da duplicidade é o ‘Dicionário de Dificuldades da Língua Portuguesa‘, de Domingos Paschoal Cegalla.

Primeiro comprei a versão Kindle tencionando folheá-lo nas madrugadas curiosas, mas vi que seria um livro muito interessante para ler no modo ‘estudo’, aí adquiri a versão em papel também.

Quando estou no ‘modo estudo’ gosto de usar caderno, lápis, marca-texto e muitos post its.

Minha história de amor pelo Kindle

Uso os dispositivos Kindle há cerca de 11 anos — estou no terceiro aparelho — porque gosto da praticidade, da economia gerada e, principalmente, do fato de poder ler no escuro do quarto sem incomodar meu marido.

O certo é que o consumo de e-books aumentou consideravelmente a regularidade das minhas leituras.

Mesmo sendo muito ocupada, graças aos e-book Kindle consigo ler muito mais porque posso aproveitar o tempo perdido no trânsito, na recepção de um dentista, no intervalo do almoço e principalmente os momentos antes de dormir e logo após acordar.

Basta abrir o aparelho Kindle ou o aplicativo Kindle no celular para ter uma biblioteca à minha disposição em qualquer lugar.

Como você pode testar sua adaptação sem comprar o aparelho Kindle?

Primeiro passo

Fazer uma conta (gratuitamente) na Amazon.

Dica importante: use uma senha diferente da que você usa no seu e-mail, ok?

O seu acesso na Amazon e em tudo que for relacionado a ela vai ser o seu e-mail e a senha exclusiva que você criou para a plataforma.

Segundo passo

Instalar — também gratuitamente —  dois aplicativos no seu celular ou tablet: o App Kindle o e App Alexa.

Aí você loga nos dois aplicativos usando o e-mail cadastrado na Amazon e a senha exclusiva criada lá no site.

Pronto.

Sem gastar absolutamente nada você já tem um ou mais dispositivos equipados com o leitor Kindle e com a Alexa.

Agora vamos fazer nossos testes lendo totalmente de graça

A primeira forma de ler completamente de graça é escolher um e-book gratuito dentro da sua conta da Amazon.

Que tal baixar o impagável e surpreendente “Memórias Póstumas de Brás Cubas?”

Você vai dar dois cliques no retângulo Kindle R$ 0,00.

O livro vai ser enviado para o aplicativo e ficará disponível na sua Biblioteca Kindle.

Na barra inferior do aplicativo Kindle há o ícone BIBLIOTECA:

O livro recém adquirido vai aparecer na sua Biblioteca.

Assim que ele for selecionado com um clique, o download ocorre automaticamente e você já pode começar a lê-lo.

Ao dar um clique no meio da página inteira (como a página acima), você verá opções de aumentar a letra, ou usar um marcador para a página, por exemplo, bem como um passa páginas para folhear para frente ou para trás como fazemos com um livro de papel:

Clicando na página que está no modo navegação, você volta para o modo leitura. Para passar as páginas, basta fazer um movimento de arrastar da direita para a esquerda e para voltar, basta fazer o movimento contrário (como se estivesse passando os stories do Instagram).

Ao selecionar uma parte do texto, você pode marcá-la como se estivesse usando um marca-texto, registrar uma anotação, copiar o trecho, compartilhá-lo, fazer uma pesquisa sobre ele ou até traduzi-lo, por exemplo.

Agora vamos fazer um teste ouvindo o livro que baixamos de graça através do app Alexa

Você vai abrir o seu aplicativo Alexa e clicar no ícone Reprodução.

Desça um pouco a página que você verá a BIBLIOTECA KINDLE.

Clique no livro escolhido e selecione onde quer que ele seja lido.

Pronto: A Alexa vai começar a ler o livro para você desde o início ou a partir do ponto que você parou a leitura no seu app Kindle.

Se você quiser dar algum comando de voz, toca no ícone azul e fala com ela. Alexa, faça coisa tal. Mas lembre-se, isso é só um teste para você sentir como funciona. O App não tem a performance dos dispositivos Echo.

Os trechos que você marcou e as anotações que você fez durante a leitura podem ser exportados para que você tenha o seu resumo.

Dê um clique em qualquer página do livro e escolha o ícone que tem formato de folhinha de caderno. Pronto, clicando nela e tem acesso ao seu resumo.

No app você pode escolher o formato para exportar. O aparelho Kindle manda PDF prontinho no seu e-mail, o que facilita muito para quem vai fazer resenha ou usa o Kindle para estudar.

Faça os seus testes com gêneros que você costuma ler.

Eu, por exemplo, não gosto de ler livros didáticos pelo Kindle e há livros que faço questão de ter em papel, como os da Editora Dark Side e as HQs (só leio HQ pelo Kindle quando são muito caras ou quando não existe mais a versão em papel), por exemplo.

Parece interessante?

Então talvez seja o caso de adquirir um aparelho Kindle, mas considere testar por algum tempo.

Vamos agora para os meios de fazer leituras Kindle de modo pesado com custo anual muito baixo.

Leituras de baixo custo usando as assinaturas da Amazon

A Amazon tem dois tipos de assinaturas que beneficiam pessoas que gostam muito de ler.

Tenho as duas e uso pesadamente ambas.

Se você planeja aumentar sua frequência de leitura, as assinaturas são um ótimo caminho para economizar.

Vou falar um pouco sobre cada uma e qual eu escolheria se só pudesse ter só uma, ok?

1. Assinatura Kindle Unlimited

A assinatura Kindle Unlimited custa R$ 19,90 por mês — mas sempre há promoção com valores menores nos primeiros três meses — e pode ser cancelada a qualquer momento.

Ela é um sistema de empréstimo e funciona de modo muito simples.
Você pode acessar o catálogo diretamente pela página da Amazon, procurar o livro que quer, baixar e ler, ou topar com um livro catalogado quando está fazendo uma busca qualquer no site.

Você pode ir pegando outros até o limite de 10. Ai vai devolvendo e pegando outros de modo infinito. E pode ficar com os livros por quanto tempo quiser, sem limites.

Não sei se ocorre com todo mundo, mas já cheguei a ficar com 28 livros ao mesmo tempo até a Amazon pedir que eu devolvesse um para poder pegar outro.

Vou pegando, lendo e espero. Quando é o caso, vou devolvendo alguns.

Quando é um livro que quero ficar para sempre, compro —isso aconteceu por exemplo com ‘Flores para Algernon’, que quero manter na minha Biblioteca para sempre.

Devolver é tão fácil quanto pegar: basta selecionar o livro e escolher a opção de devolver.

O catálogo Kindle Unlimited é bem extenso e conta com livros de diversos gêneros, inclusive ficção científica clássica e finanças pessoais.

A desvantagem é que há muitos livros de qualidade bem duvidosa, mas os usuários tendem a reportar os problemas e a Amazon remove os títulos.

Para decidir se faz sentido para você, navegue pelo catálogo.

Gosto desta assinatura porque leio bastante e tenho a oportunidade de me expor a leituras rápidas de títulos que eu preferiria não precisar comprar para ler.

Sinto-me como estivesse em uma Biblioteca, pois posso também pegar um livro apenas para folhear ou tirar uma dúvida.

2. Assinatura Amazon Prime

O Amazon Prime é um mistério da Natureza e sinceramente não entendo como pode custar tão pouco se dá acesso a filmes, séries, músicas, livros, jogos, revistas e a frete grátis para incontáveis produtos.

Além da Amazon conceder um mês grátis, o custo mensal é de apenas R$ 9,90.

Nem preciso dizer que se tivesse que escolher apenas uma assinatura para ter, seria ela.

Como faço compras de supermercado e muitos itens de uso pessoal, para casa, livros e presentes pela Amazon, pagaria essa assinatura mesmo que só desse direito ao frete grátis. Minha assinatura se paga diversas vezes em um mês só.

Considerando o interesse por e-books, o catálogo Prime Reading é bem menor do que o catálogo do Kindle Unlimited, mas o  empréstimo dos livros funciona da mesma forma.

Você pode buscar diretamente no  catálogo  ou aproveitar o empréstimo quando está buscando um livro que quer e é surpreendido pelo selo de que pode ser lido sem custos adicionais.

Se você escolher o Amazon Prime, aproveite e baixe o aplicativo ‘Prime Vídeo’ para o seu celular/tablet e comece a ver séries e filmes.

Bônus

Uma outra forma de usar o aplicativo Kindle sem gastar nada é converter um livro que você já tem em PDF e enviá-lo para o seu aplicativo Kindle.

É muito simples. Primeiro você precisa descobrir para qual endereço de e-mail você vai enviar o seu PDF.

Na barra inferior do app Kindle clique em MAIS, depois em CONFIGURAÇÕES.

Lá você encontrará ‘Endereço de e-mail Enviar para o Kindle’. É um endereço que junta o seu e-mail com um código e termina com @kindle.com

Como você já está nas CONFIGURAÇÕES, aproveite e marque a opção ‘Mostrar documentos pessoais na biblioteca’.

E, caso queira, pode também mudar o nome do seu dispositivo. Quando temos vários com Kindle é bem interessante que cada um tenha um nome identificável.

De posse do endereço (…)@kindle.com, você abre o seu e-mail e envia o PDF para lá, colocando a palavra CONVERT na barra de assunto.

Pronto.

Se o PDF não tiver restrições que impeçam a conversão, ele será transformado no formato KINDLE e enviado para o seu dispositivo em segundos.

Explore os aplicativos e explore também o setor dos seus dispositivos dentro da página da Amazon.

Se você quiser testar a leitura via notebook, basta acessar o site Kindle Cloud Reader.

E aí?

Se é normal para mim imagino que seja para outras pessoas. Eu me concentro melhor com alguns livros quando os leio em papel, porque sinto necessidade de ficar voltando as páginas ou de produzir uma escrita manual nas páginas.

Não é preciso eliminar a necessidade de ler diretamente no papel para gostar de e-books. Como falei acima, são experiências diferentes.

O aparelho Kindle tem muitas vantagens em relação ao celular ou tablet, já que estes dispositivos têm um tipo de iluminação nada adequada para a saúde dos nossos olhos.

O Kindle é puro conforto. A tela  foi desenvolvida para proporcionar uma leitura similar à do papel. Além disso, você fica longe das redes sociais e do whatsApp, o que proporciona uma possibilidade muito menor de interrupção da leitura por distração.

Costumo colocar a Alexa para ler livros que quero revisar, livros que já li há anos mas quero resenhar e preciso relembrar algumas coisas,  livros sobre temas que já domino parcialmente bem e livros de contos.

Já os livros didáticos, HQs e livros cujas edições são especiais ou ilustradas, prefiro os de papel.

Se os testes com o celular não forem satisfatórios, é melhor você não comprar o aparelho Kindle.  Ele correrá um sério risco de ficar encostado.

Como tem sido sua rotina de leituras?

Um beijo,

Meire

Você pode gostar de:

Você já ouviu falar em Kindle Unlimited?

Como uso a Alexa

Saiba como fazer a Alexa ler livros para você

Vale a pena assinar Amazon Prime?

Além de Frete GRÁTIS ilimitado em milhões de produtos elegíveis, ao ser membro Prime você tem acesso a filmes, séries, músicas, eBooks, revistas, jogos e muito mais em uma única assinatura, por apenas R$ 9,90/mês. Assine agora mesmo!

 

 

 

 

 

 

.

 

 

 

 

Aviso: As páginas associadas ao Blog da Monique
contém links afiliados da Amazon e isso não afeta
o preço que você pagará no caso de realizar qualquer
compra por meio deles. O Blog poderá receber
uma pequena comissão pela venda.

3 comentários em ““Será que me adapto ao Kindle?””

Obrigada pela visita ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.