Dieta de uma Chocólatra em processo de emagrecimento

Por @meire_md

Fui uma adolescente muito magra, permaneci magra por muitos anos e ultrapassei a barreira dos 30 e tantos certa de que nunca engordaria.

Ledo engano. Eu era magra porque estava doente.

Em 2011 recebi o diagnóstico de Doença Celíaca, removi o glúten da dieta, meu intestino se recuperou e passei a absorver melhor os nutrientes.

Resultado: engordei bastante, principalmente nos dois primeiros anos.

Embora nunca tenha sido classificada como obesa, no início de 2020 eu cheguei ao meu maior peso. O aumento me assustou um pouco porque na minha família há muitos casos de câncer, diabetes e doenças cardiovasculares.

Em 02/07/2020 fiz novas mudanças nos hábitos alimentares — uma delas foi praticamente excluir o açúcar refinado — perdi alguns quilos mas permaneço em um desconfortável quadro estabilizado.

Sigo focada na reeducação alimentar, o que tem sido mais fácil que eu esperava.

Faço atividade física, porém em quantidade e intensidade que não estão se mostrando suficientes para melhorar minha composição corporal.

Em suma, parar de ganhar peso foi o máximo que consegui até o momento, mas considerando o quão pouco me exercito, acredito que estou no lucro.

Coisinhas que me ajudam a manter a dieta

Eu gosto de chocolate 🍫 .

Para me auxiliar a manter a dieta e conseguir ficar longe da Nutella e das barras de chocolate, fui testando alternativas até chegar numa rotina que deu muito certo.

Eu sei que comida de verdade é melhor, mas para uma chocólatra que gosta de praticidade, a mãozinha da indústria alimentícia tem sido essencial.

Entre comer chocolate engordurado e açucarado ou não comer, escolhi a coluna do meio.

Equilíbrio é tudo.

Bóra conhecer meus ‘chocolates’.

1. Supino Protein Chocolate

* disponível aqui (se você tem assinatura Amazon Prime nem paga pelo frete)

O Supino Protein Chocolate foi meu achado do ano porque eu queria uma barrinha proteica sem glúten, com chocolate e sem açúcar.

Na primeira vez que comi achei a barra esquisita e meio borrachuda. Mas como pediatra que fui, sei que precisamos nos expor aos alimentos algumas vezes antes de dar um veredito. Lá pela sexta ou sétima barrinha o meu paladar se adaptou e hoje acho gostosinha. Deliciosa não é, nem é gostóoosa. É gostosinha.

Cada unidade tem 10g de proteína e ela é apresentada em embalagens com 03 ou com 12 unidades. No link do produto tem a imagem com os ingredientes.

Outros sabores disponíveis são: Cappuccino, Coco, Amendoim e Caramelo mas não experimentei nenhum deles ainda (quero o amendoim).

Observação: Tenho intolerância a lactose (parcial) e para consumir esta barra não sinto necessidade de lactase. Se você for intolerante e quiser testar, compre a embalagem menor.

2. Leite Ninho Zero Lactose + Cacau em pó 100% Cacau

Compras de Supermercado na Amazon

Outra coisa que sinto muita falta é da Bebida Cremosa Chocollato 3 Corações que costumava tomar todas as tardes.

Chocolate quente… Ai, ai, ai. Parabenizem-me pela mudança. Decidi e parei subitamente, simples assim. Hoje tomo eventualmente, geralmente aos domingos.

O cacau a 100% é rico em antioxidantes e, como consumo associado a composto lácteo, mal lembro do chocollato.

Então a minha versão chocolate quente coluna do meio tem Ninho Zero Lactose (gostoso, cremoso e vitaminadooo), Cacau 100% em pó da Garoto e um envelopinho de Sucralose Linea.

3. Fazendo meu próprio picolé de banana com cacau

Mini Liquidificador Mega Fofo Individual

Não tem coisa mais fácil no mundo.

Adoro meu liquidificador individual Hamilton, que chamo de mini-liquidificador (ganhei no Natal do ano passado), porque é muito lindinho e funciona super bem para essas coisas rápidas.

Que tal um picolé que equivale a um sexto de um copo de vitamina de banana com chocolate, que não tem açúcar e que faz com que você esqueça de sorvetes, bolos e pudins?

Depois dele nunca mais comi qualquer tipo de doce ou bolo depois do almoço.

Para fazer os picolés basta colocar 250mL de iogurte natural ou coalhada natural, uma ou duas bananas, cacau a 100% e sucralose Linea, bater tudo e encher as forminhas de picolé.

amazon.com.br

Quando quero incrementar o sabor, coloco um pouco de geleia de Frutas Vermelhas Zero, a que estou usando agora é essa da Vitao, que é basicamente fruta sem adição de açúcares.

Com as quantidades que citei faço 6 picolés.

As minhas forminhas são essas:

Formas de picolé

A vantagem desses picolés nutritivos é que eles enganam.

Você pensa que está consumindo uma quantidade maior porque a comidinha demora mais a acabar.

Veja bem minha gente: para consumir o equivalente a um mero copo de vitamina de banana você terá que comer seis picolés.

Parabéns para mim. Isso tem sido muito maravilhoso, sério.

4. Coisas que estou consumindo cada vez menos, mas sempre tenho e não nego.

Cookies da Believe/Kalassi

O Kalassi Cracker (tem em vários sabores) é um biscoito salgado sem glúten e assado feito com arroz tailandês.

Quem não tem intolerância a glúten não entende a falta que um pãozinho ou um biscoitinho podem fazer na vida de um ser humano.

Gosto de ter o Kalassi em casa (cada pacote vem com 4 porções) para estes momentos ‘quero um café com biscoitos’.

Não vou recomprar o Belive Muffin Double Chocolate Sugar Free, mas achei interessante deixar o registro. Pode ser uma opção para quem gosta desse tipo de bolinho e não quer fazer um bolo maior em casa porque sabe que vai comer tudo.

O meu bolinho favorito é mais molhadinho. É o Belive Brownie Chocolate sem açúcar. Compro, peço para o Igor esconder e tento comer, no máximo, um por semana.

Antes de conhecer Supino Protein Chocolate, o Belive Cookies Double Chocolate era uma pedra no meu sapato.

Eu estava consumindo uma porção de cookies todos os dias e isso passou a me incomodar. Embora ele seja menos calórico que um cookie normal, tem pouca proteína.

Agora estou fazendo como faço com o Kalassi.

Saber que tenho biscoitos em casa é muito bom.

Quem é magro nunca vai saber

Para algumas pessoas basta uma gripe leve para perder peso. Para outras, emagrecer é um grande desafio.

Muitas, sobretudo as que gostam de fazer exercício físico, não compreendem o quão difícil pode ser para outras pessoas.

Costumo comparar com o hábito de ler, fundamental para a saúde do cérebro: para mim é fácil, é natural. Para outras pessoas, não. Para adquirir o hábito terão que se esforçar mais e isso vale para tudo na vida.

O que é quase automático para uns, pode ser uma barreira imensa para outros.

No meu caso, manter a dieta é muito mais fácil que manter um bom programa de exercícios físicos, para outras pessoa é muito mais fácil puxar ferro do que comer menos.

Sei que estou me esforçando mais do que outras pessoas julgam e também sei que preciso me esforçar mais.

Se eu conseguir, pelo menos, melhorar a minha composição corporal já estou satisfeita.

Um passo por vez.

Bônus: Alguns “equipamentos” que tenho para fazer exercícios em casa

Handgrip

Gosto de exercitar os antebraços enquanto estou vendo séries. Antes eu fazia isso com um pesinho pequeno, mas aí achei esse tal de Handgrip e amei.

Bola de Pilates (65cm)

Essa bola é imensa, poderia ser menor. Uso para exercitar a face interna das coxas. Ainda não consegui me equilibrar para fazer abdominais com ela. Chego lá.

TheraBand e Anel de Pilates

Uso diariamente há muito anos conforme orientação de uma fisioterapeuta. Mesmo que eu não esteja fazendo musculação certinho, faço exercícios para os ombros (manguito rotador) e face interna das coxas com estes “aparelhos”

Pesinhos diversos

Para exercitar bíceps e tríceps, tenho de 1 a 8 kg e uma anilha de 10 kg.

Beijos,

Meire

PS.: Aproveite para ler também: Vale a pena fazer compras de supermercado na internet?

.

Aviso: As páginas associadas ao Blog da Monique
contém links afiliados da Amazon e isso não afeta
o preço que você pagará no caso de realizar qualquer
compra por meio deles. O Blog poderá receber
uma pequena comissão pela venda.

2 comentários em “Dieta de uma Chocólatra em processo de emagrecimento”

  1. Fico tão feliz por você Meire! Me dá uma alegria ver as pessoas comendo saudavelmente e fazendo exercícios. Assim a população envelhece de forma mais saudável.

    Eu confesso que fui uma sortuda visto que já nasci com várias intolerâncias alimentares, assim, nunca fui uma criança que consumir todo tipo de biscoitos, balas e afins, porque passava muito mal. Devido a isso meu paladar hoje não sente falta de acucares refinados, pães, bolachas e afins. Vez ou outra se tenho vontade me satisfaço, mas é bem raro. Além disso, desde meus 12 anos tive o prazer de fazer diversos tipos de exercícios físicos que não os usuais, isso me possibilitou um leque de alternativas e consegui definir desde cedo o que gosto ou não. Como iniciei cedo, meu corpo se habituou e até hoje tenho prazer nos exercícios físicos diários.

    Uma coisa que comecei recentemente foi o Ballet Fitness e o Super Yoga, gratuitos nos Instagram da Pura Vida. Estou amando!

    Curtir

    1. Menina, vou olhar esse Instagram! Se o tempo voltasse eu teria me cuidado no sentido de não engordar… Mas não adianta reclamar e sim olhar para frente 🙂 Beijos

      Curtir

Obrigada pela visita ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.