Como cuido do meu melasma

Por @meire_md

Faço tratamento para melasma desde 2006 e, por morar em uma cidade que tem dois sóis para cada habitante, acabei desenvolvendo truques para driblar a alta radiação solar e o calor.

O melasma é caracterizado por manchas amarronzadas na pele do rosto – particularmente nas bochechas e testa – mas atinge não só outras partes da face como pode afetar também o corpo.

A condição é uma doença crônica de fisiopatologia complexa que envolve fatores genéticos, fatores ambientais, alterações em melanócitos, disfunções vasculares e outras que interagem dinamicamente num intrincado processo intimamente ligado ao fotoenvelhecimento da pele.

O principal pilar do tratamento do melasma é a Proteção Solar 

Para proteger a pele contra radiação solar UVA e UVB, você vai precisar de um protetor solar sem cor aplicado em abundância e para proteger a pele contra a luz visível (o que equivale à claridade, ou seja, à luz que enxergamos), vai precisar cobri-la com produtos que contenham cor, tais como base de maquiagem, corretivo, com cor e/ou protetor solar com cor.

Para alguns profissionais a exposição da face ao calor proveniente de fontes artificiais e a exposição solar no corpo são irrelevantes para a evolução e o tratamento do melasma; já para outros, evitá-las pode contribuir com a melhora do quadro. 

É possível que a melhor resposta para as controvérsias acima seja que a evolução depende de fatores individuais. Veja como seu rosto reage às exposições e decida o que fazer.

Eu prefiro usar secador de cabelos com fluxo frio, não exponho meu corpo ao sol e faço suplementação oral de Vitamina D(uso da Healthy Origins).

Excetuando-se os profissionais intelectualmente desonestos, por mais que existam divergências de opiniões – fazer ou não fazer laser, usar ou não usar hidroquinona, fazer ou não fazer peeling? – dermatologistas e demais profissionais que atuam em área afim são unânimes em afirmar que a exposição solar agrava o melasma.

Fotoproteção é uma estratégia mais simples do que parece

Falo sobre proteção solar na internet desde 2009, ou seja, há 12 anos. Em algum momento a internet fez parecer que para você se fotoproteger é preciso que saiba de química, física, biologia, estatística e que tais. Se contribui com isso, peço desculpas.

A fotoproteção nada mais é que um conjunto de estratégias que limitam a ação do sol na sua pele. Usar uma sombrinha com proteção UV, por exemplo, é uma delas.

Vamos descomplicar o que, de fato, é simples. 

Para quem tem melasma e mora no Brasil, parece interessante dar preferência a protetores solares com FPS 50+.

Quanto maior a sua exposição solar – seja enquanto toma ônibus ou por trabalhar em área aberta – mais estratégias você deve usar.

O uso de chapéus, bonés, sombrinhas, óculos escuros e roupas com proteção solar podem, em alguns casos, dispensar o uso do protetor líquido.

Todos os protetores solares vendidos no Brasil foram testados e funcionam, basta que você siga as orientações do fabricante.

Protetor solar não precisa de prescrição médica; são produtos que podem ser comprados em supermercados, farmácias ou lojas de grife. 

Independentemente de qual você escolher, ele deve ser usado em quantidade generosa e não precisa nem de colher nem de seringa para descobrir a quantidade certa a aplicar.

Usar na quantidade correta e reaplicar de acordo com sua rotina de exposição solar

A quantidade correta de protetor solar é a abundância, o que para o rosto equivale a, mais ou menos, duas ou três boas camadas. 

Se o seu protetor solar facial ou corporal for do tipo bastão, o uso suficiente possivelmente corresponde a oito passadas por área a ser protegida. 

É importante ressaltar que os protetores solares em pó só conferem a proteção indicada no rótulo se você aplicar 1g do produto na face, providência inviável não só do ponto de vista estético como do econômico: uma embalagem de 10g só duraria cinco dias, já que você teria que reaplicar a mesma quantidade ao meio-dia.

Os protetores em pó costumam ser indicados como um complemento para ‘selar’ a maquiagem protetora e para retoques ao longo do dia.

Reaplicação

Lavar o rosto e reaplicar o protetor solar na face ao meio-dia pode ser algo bem problemático para algumas pessoas, mas sempre há a possibilidade de aplicar o produto por cima da maquiagem dando batidinhas ou, alternativamente, ‘exagerar’ no pó. Eu sempre opto pela segunda opção.

Cesta básica de Fotoproteção para quem tem melasma

Admitindo que você ainda não encontrou um protetor solar facial que goste, sugiro que seus primeiros critérios de compra sejam a facilidade de comprar e que o preço esteja dentro do seu orçamento. 

Dependendo da sua renda mensal, o gasto com fotoproteção não será desprezível.

Como protetores solares aplicados em quantidade correta acabam muito rápido, sugiro que você não compre vários diferentes para testar. 

Vá testando um por vez e recompre aquele cuja adaptação foi mais fácil.

Se você achar inviável usar um certo protetor solar no rosto, aproveite-o no pescoço, colo e braços, regiões onde você pode aplicar pó ou talco de bebê dando batidinhas com aplicador de tecido ou pincel – uso o Talco Johnson’s – para remover a umidade e fixar o produto.

  1. Um protetor solar para o rosto: 

Atualmente só uso protetores em bastão porque a aplicação é muito mais prática. 

O meu bastão favorito da vida é o Shiseido Clear Stick UV Transparent SPF 50+.

Ele é bem melado, então pode desagradar quem não gosta de protetor solar hidratante. As principais vantagens para o meu caso é que o produto contém licorice – um antioxidante que tem atividade despigmentante –  hidrata a área dos olhos e promove maciez à minha pele.

Após higienizar o rosto nem preciso aplicar hidratante ou antioxidante (só aplico se sentir vontade), o que me confere uma enorme economia de tempo. Aplico apenas o bastão da Shiseido e sigo com a maquiagem.

Para quem procura um bastão mais sequinho posso indicar o que achei melhor dentre os que experimentei, que é o Pink Stick 5km (branco), da Pink Cheeks. É o que compro pro Igor usar nas tatuagens dos braços.

Existe uma infinidade de protetores solares fluidos e cremosos, vá experimentando.

  1. Um protetor solar com cor, base e/ou sem corretivo

A brasileira Pink Cheeks também tem bastão com cor e há inúmeros protetores solares com cor no mercado, mas você pode usar qualquer base com ou sem corretivo, sempre respeitando a necessidade de aplicar a maquiagem sem arrastar o protetor que está por baixo.

Meu método favorito é aplicar a maquiagem dando tapinhas.

Não há necessidade de que a maquiagem tenha FPS declarado nem que o produto seja caro. 

Há várias marcas brasileiras produzindo bases e corretivos de excelente qualidade, como Bruna Tavares, Boticário,Quem Disse, Berenice? e Vult, por exemplo.

Habitualmente aplico base e/ou corretivo tipo caneta com batidinhas e ajusto o acabamento e a cobertura com a esponja da Mari Saad, que é tão boa que me fez parar de comprar a da Beauty Blender.

Minha base favorita da vida é a MAC Studio Fix Fluid (cor NC 12) e o corretivo que mais gosto é o White Lucent ShiseidoOnMakeup Spot Correting Serum SPF25 PA+++ na cor Natural Light.

Se sua mancha está muito intensa, é possível que você precise de uma base e corretivos com alta cobertura.

  1. Pó fixador

Como moro em uma cidade muito úmida não posso dispensar o uso de pó fixador e tenho vários. 

Meus pó fixador favorito é o Too Faced Born This Way Ethereal Setting Powder Translucent (17g) e gosto muito também do MAC Prep + Prime Transparent Finish Powder e do Shiseido Synchro Skin Loose Powder Matte.

Dos mais baratos que testei, sem dúvidas o  melhor  foi o Maybelline Pó Compacto Fit Me! Cor 00 (Translúcido).

  1. Blush e Iluminador (dispensáveis para quem não gosta de maquiagem)

Meus blushes e iluminadores favoritos são da linha Mineralize da MAC. 

Se eu optasse por economizar nestes itens, compraria os blushes e iluminadores da Océane.

  1. Pinceis e esponjas

Minha esponja favorita é a Vinho da Océane (Mari Saad), tanto que uso três ao mesmo tempo. Separo uma para produtos molhados, uma para aplicar pó fixador e uma para aplicar pó com cor. 

Pensando exclusivamente em uma fotoproteção com alta praticidade, você só vai precisar de pincel para aplicar blush e iluminador, inclusive pode ter um só para as duas coisas.

Muitos dos pincéis que tenho são de marcas caras (Suqqu, Dior, MAC, Shiseido) porém há várias marcas baratas produzindo ótimos pincéis.

Dos baratinhos gosto muito do E02 da Macrilan, que é ótimo para retirar o excesso de pó fixador, para aplicar blush, para aplicar iluminador e até para aplicar talco no pescoço e colo. Da mesma marca gosto muito também dos pincéis E11 e do E03.

  1. Fotoproteção do Corpo

Dependendo da sua rotina, as roupas com proteção solar são uma mão na roda. Além da praticidade, conferem economia porque dispensam a aplicação de protetor solar na região protegida.

Boa parte das roupas comuns que usamos no dia a dia confere alguma proteção contra o Sol, sobretudo se o tecido for de trama fechada. 

Observe como está a variação de cor e aspecto da pele do seu corpo nas regiões protegidas e não protegidas por roupas e faça os ajustes. Um corpo bem fotoprotegido tende a ficar com a cor mais uniforme.

Para fotoproteger o corpo gosto bastante do Minesol Corpo & Rosto Protetor Solar Fluido Hidratante FPS  60 da Neostrata e do Bioré Milk Azul, mas sempre que possível protejo o corpo com roupas.

Embora tenha parado de recomprá-lo, também gosto bastante do Shield Bastão da Pink Cheeks. Ele é muito prático para usar no colo, nos braços e nas tatuagens.

Tratamento Médico

Esqueça as receitas caseiras. 

Se você não está podendo consultar um dermatologista, o melhor que tem a fazer é se esforçar para cumprir uma boa rotina de fotoproteção e usar um cosmético levinho que declare possuir ação despigmentante.

Procure não associar cosméticos com alegações similares nem usar por contra própria produtos que promovam efeito peeling ou outro mais significativo, deixe isto para o seu médico decidir.

O melasma gosta de ser tratado com delicadeza. Na dúvida é melhor ‘errar’ para mais na fotoproteção e errar para menos nos demais cosméticos.

Qual a minha rotina de tratamento do melasma?

Usei alguns medicamentos prescritos pela minha dermatologista e atualmente uso só um deles, a Tretinoína, que aplico em todo o rosto algumas horas antes de dormir.

Afora o medicamento citado, sigo usando apenas despigmentantes leves com ácido tranexâmico, substância que possui alguma ação no componente vascular do melasma e ajuda a deixar a textura da pele mais suave.

Meu sérum com ácido tranexâmico favorito é o Shiseido White Lucent Illuminating Micro-Spot, mas nem sei se vou recomprá-lo depois que finalizar o que ainda está fechado porque estou gostando bastante da dupla Shirojyun Premium Lotion/Loção Clareadora com Ácido Tranexâmico da Hada Labo e Shirojyun Premium Milk – Hidratante Facial Clareador com Ácido Tranexâmico, da mesma marca.

Aplico a Shirojyun Premium Lotion no rosto, pescoço e colo quando estou trabalhando em casa no computador. Ela substituiu Dior Hydra Life Fresh Reviver Sorbet Water Mist, que é muito bom, porém acabei enjoando o perfume.

O Shirojyun Premium Milk tem sido meu hidratante facial para os dias normais. Aplico após a última lavagem do rosto, inclusive na área dos olhos, onde reforço a hidratação com Creme Nivea da latinha azul

Quando meu rosto está irritado, descamando ou muito seco, costumo aplicar Cicaplast Baume B5 Creme, de La Roche Posay.

É isso!

Beijos,

Meire

Para saber mais sobre minha rotina:

Sabonetes Líquidos e em Barra

Cabelos

Limpeza da Casa

23 comentários em “Como cuido do meu melasma”

  1. Olá Meire, tudo bem? Tenho melasma há muitos anos também e há alguns anos conheço eu blog. Gostaria de saber se vc usou os produtos da Ada Tina. Se sim, o que achou? No momento estou usando o serum Clarivis TX + Protetor Biosole Oxy 50.
    Se já conhece esses produtos, gostaria de saber sua experiência.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Meire, vc disse “O Shirojyun Premium Milk tem sido meu hidratante facial para os dias normais. Aplico assim que lavo o rosto antes do último banho.. ” Vc aplica ANTES do banho? Ou não lava o rosto no banho, somente antes?

    Curtido por 1 pessoa

  3. Meire, querida, mais um post seu sobre melasma que leio com prazer e muita atenção.
    Ainda não consegui melhorar meu melasma, mas aprendo sempre com vc sobre o que não fazer para piora-lo e sobre as suas experiências.
    Obrigada por ser semore didatica e generosa!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Adorei sua postagem. Te acompanho pelo Insta. Vc acha que eu usando o bastão da pink cheeks nas manchas, 1ml de protetor Hydraox Anthelios e usando maquiagem e pó, trabalhando só em casa, estarei cuidando do meu melasma? Sem reaplicar o filtro durante o dia.
    Tenho muita dificuldade de usar pó, mas quero aprender pra cuidar do melasma.

    Curtir

    1. Lilian, se entra sol na sua casa acho que sim, o Pink Cheeks é bem resistente. Ai vc manteria a maquiagem íntegra. Na minha casa tem cortinas com blackout, não uso proteção porque realmente não entra sol nenhum. Antes eu usava para ficar no computador mas com o tempo fui deixando de aplicar. Beijo

      Curtir

  5. Como sou sua cria… faço quase tudo igual a você!

    Inclusive tb tenho uma rotina prática e enxuta.

    Devo a vc meu melasma clarinho. Nunca me esquecerei❤️🥰

    Curtido por 1 pessoa

  6. Oi, Meire. Adorei o post, bem didático e claro. Queria deixar uma dica de proteção solar pra quem anda bastante de carro. Eu não tenho problemas com melasma, mas minha pele mancha com muita facilidade, qualquer espinha ou machucadinho já pigmenta. Como no dia a dia eu não faço praticamente nenhuma atividade ao ar livre, a minha maior exposição é dentro do carro, indo e vindo. Pensando nisso, mandei colocar película de proteção UV em todos os vidros. Ficou ótimo e tem até dias mais amenos que eu aproveito e pulo o protetor solar e as manchas continuam clarinhas. 😘

    Curtir

  7. Oi Meire. Minha dermato prescreveu o BlancyTX da Mantecorp, mas quando acabar vou testar o ácido tranexamico da HadaLabo. Passo o Cicabio como hidratante antes dele e minha pele não sensibilizou mais. Acho o Cicabio mais leve para usar no rosto, em relação ao Cicaplast. Bjs 😘😘😘 obs: uma declaração de amor eterna pela Studio Fix também , mesmo com 40 anos fica bem e resiste ao sebo abundante do meu rosto .

    Curtir

    1. E não é? Não tenho mais nenhuma outra base, só ela. Muito versátil, consigo dilui-la até com um tico de creme Nivea. E ela também me serve como corretivo. Beijo!

      Curtir

  8. Amei a sua detalhada rotina de cuidados com o melasma! Obrigada por compartilhar tantas boas informações! Meire sempre generosa e cuidadosa! 🌹💖

    Curtir

Obrigada pela visita ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.