Guia para Investir em Ações | Walter Furtado

Por @meire_md

Walter Elias Furtado é um economista brasileiro pós-graduado em Mercado de Capitais e conta com mais de duas décadas de experiência na área.

O livro ‘Guia para investir em Ações’ faz parte da coleção Expo Money (coordenada por Gustavo Cerbasi) e é direcionado principalmente para pessoas que conhecem elementos básicos do mundo de Investimentos, já construíram a sua reserva de emergência e querem entrar para o Mercado de Ações com algum embasamento técnico ou que investem na Bolsa e gostam de aprender mais.

Ele é muito objetivo e dividido em 17 capítulos devidamente baseados em instruções normativas da CVM e outras referências oficiais.

O texto não tem embromation e o autor sugere que o leitor não tente memorizar conceitos e jargões, que se foque em pontos de seu maior interesse e mantenha o livro como fonte de consulta porque o aprendizado se consolidará apenas com a prática.

Os brasileiros começaram a se interessar mais pela Bolsa de Valores em idos dos anos 90 e certamente a facilidade de operar pela internet foi um dos motores principais.

Conforme o autor, além do advento da internet os eventos mais relevantes para o investidor brasileiro foram as privatizações, que permitiram que funcionários das empresas Petrobrás e Vale do Rio doce adquirissem ações utilizando o FGTS. Muitos trabalhadores passaram a ser sócios das empresas.



Os capítulos 1 a 8 de ‘Guia para investir em Ações’são introdutórios: o autor faz uma anatomia das ações, descreve resumidamente os valores mobiliários, como entender os códigos, sobre os direitos do investidor sobre as ações, o que empresas fazem para melhorar a liquidez dos ativos, o que é mercado fracionário, as diferenças entre Blue Chips e Small Caps (por exemplo), além de falar sobre os BDRs e seus diferentes níveis,
ensinar como ler relatórios financeiros e mostrar os níveis de governança da então Bovespa (hoje B3) e quais são os principais agentes do Mercado de Capitais.

Nos capítulos 9 a 12 são abordadas alternativas de investimentos, inclusive Fundos de Ações e de Índices (há muita informação errada e dada de orelhada na internet), explica o mercado primário e o secundário, identifica os diversos índices que mensuram o desempenho e evolução da Bolsa (o Ibovespa é apenas um deles, há índice para o setor industrial e outros setores específicos) e o mercado de derivativos.

É importante reforçar que este livro é indicado para quem vai começar ou está começando a investir na Bolsa, ok? Não é um livro avançado como o do Kobori mas é possível que o conteúdo dos últimos capítulos seja desconhecido por quem já investe há algum tempo.

Nos quatro últimos capítulos do livro há as operações propriamente ditas, o que é sistema de custódia fungível, seu grau de segurança e os mecanismos de ressarcimento de prejuízos (se a corretora quebra e some você não vai poder operar por outra automaticamente nem seus dividendos vão cair miraculosamente em outra conta, fora que a corretora pode errar no registro de sua posição) e como as transferências de titularidade – que são extremamente dinâmicas – ocorrem (confiar na capacidade tecnológica da Corretora é tão importante quanto investir).

Como exatamente funciona o pregão? Como o preço é formado? E o que é leilão de fechamento? Até quanto os preços variam no decorrer de um dia? Quantos tipos de ordem posso fazer? O que é circuit breaker?

No capítulo 14 é possível aprender como se dá a negociação, como e por quê se faz start ou stop e como se dá a cobrança de imposto de renda, cujo cálculo e recolhimento são de responsabilidade total do investidor.

Nos capítulos finais os tipos de Investimentos em ações e as análises de relatórios são mais detalhados e o autor da dicas de leituras.

O estilo objetivo e palatável para o investidor leigo em ‘Guia para investir em Ações se mantém do início ao fim da obra.

 

 

 

 

 

Aviso: Este post contém links afiliados da Amazon
e isso não afeta o preço que você pagará no caso
de realizar uma compra por meio deles.
A administração do Blog poderá receber
uma pequena comissão pela venda.