[Resenha] Silver Hair, a Handbook | Lorraine Massey & Michele Bender

Por @meire_md

Minha edição de Silver Hair : a handbook’, de Lorraine Massey e Michele Bender é da Workman Publishing/ Nova York para Kindle.

É um livro de leitura bem rápida e interessante principalmente para quem se sente escravizada pela tintura e gostaria de assumir os fios brancos (mas ainda não tem coragem de enfrentar o julgamento dos outros).

O livro fala sobre as dificuldades sociais da transição, da sensação de que o branco dos outros é bonito mas o seu não e de como lidar com as demandas do fio, que é mais seco, mais armado e mais propenso a ‘oxidar’.

As autoras até poderiam ter desenvolvido mais a parte histórica, pois no mundo antigo e na Idade Média haviam métodos bem interessantes para extração de pigmentos naturais e confecção de tinturas, porém acredito que a ideia foi fazer um livro simples mesmo, tipo conversa entre amigas.

Sem fixar marcadores temporais, menciona algumas curiosidades como a de mulheres que usavam urina e fezes de pássaros para camuflar os fios brancos e das prostitutas da Roma Antiga, que usavam uma tintura feita com flores alaranjadas para deixar os cabelos em um tom amarelo típico.

Para lidar com a demarcação – que é aquela faixa deselegante onde o branco se choca com o resquício de tinta e que aparece mais em quem tem cabelos lisos – colocam que se pode usar sprays e outras maquiagens capilares ou em alguns casos, fazer luzes e reflexos por alguns meses.

Nos cuidados com os fios as autoras ressaltam a necessidade de aparar as pontas regularmente, de umectação com óleos, hidratação e lavagem com água fria, sugerindo o uso de shampoos com pH baixo e detergência suave, o que faz sentido biológico porque certos detergentes possivelmente fragilizam os fios.

O livro desliza ao reforçar mitos cientificamente injustificados sobre ingredientes que prejudicariam pulmões, glândulas endócrinas e até o cérebro, porém é preciso citar que não é um manual técnico.

#saladalivros