[Salada Minha Casa] Suporte para panelas

Nas laterais do fogão há suportes para várias tábuas de bambu e para facas, porque fica tudo bem à mão e ainda fica bonitinho

Oi gente!

Domingo é dia de spa e dia de arrumar a casa. Estou cheia de cremes e dobrando as roupas para guardar enquanto o Igor arruma a cozinha ao som de Animals as Leaders e me dei conta de que havia prometido neste post aqui mostrar o nosso suporte para panelas, hehe.

Aqui em casa a gente juntou o velho ao novo e fez uma casa mais funcional do que qualquer outra coisa. Uma das ideias foi deixar a casa com menor gasto de energia possível já que infelizmente precisamos climatizar o apartamento porque moramos em Natal e precisamos colocar vários eletrodomésticos para facilitar nossa vida porque optamos viver sem empregados domésticos.

Foi em um dos cortes que o exaustor da cozinha foi preterido. Observamos que a cozinha é ventilada e que o exaustor gastaria muita energia e produziria ruído, então não valeria a pena.

O espaço acima do fogão ficou pedindo alguma coisa a mais, pensamos em colocar uma tela mas o calor danificaria a obra. Como o Igor adora cozinhar e fazer experiências na cozinha, decidimos fazer um espaço legal (vamos desenhar também uma banca de corte de frios e armazém de temperos e ervas) para que ele desenvolvesse suas ideias.

Foi assim que decidimos colocar um suporte para panelas acima do fogão, onde pudéssemos também colocar alguns livros de culinária. As panelas são em ferro, alumínio anodizado e inox, então são bem pesadas e este foi o primeiro problema.

Não encontramos em Natal nada que fosse tão legal mas pela internet achamos um suporte que nos inspirou. Então entregamos nosso desejo ao artesão e ferreiro JB*, que trabalhou em São Paulo por um tempo e hoje vive em Parnamirim, uma cidade que fica na Grande Natal.

Desenhamos o suporte para ser construído em ferro e finalizado com tinta automotiva branca para que ficasse com acabamento idêntico ao do fogão, geladeira, etc, e ficou muito legal.

Detalhe do fundo do suporte:

Ele tem um metro de comprimento, então cabe bastante coisa. E por ideia do JB a grade onde os ganchos são encaixados é removível para facilitar a limpeza.

*Para quem mora em Natal

A Oficina do Sr JB fica próximo ao Hospital Deoclécio Marques Lucena, em Parnamirim. O telefone de lá é 84-32723702. Ele também faz estantes, mesas, candelabros e tudo que for possível com ferro. Conhecemos este artista em uma das feiras internacionais que ocorrem por aqui.

O Igor percebeu que ele usa um tipo de solda elétrica que não gera aquela bolota feia formada por soldas comuns. A gente não sabe direito o que é, só que o acabamento fica muito delicado.

Aí o JB pegou o nosso modelo e criou um outro suporte de panelas, que possivelmente ainda esteja disponível, é esse aqui:

Acho que deve ficar lindo em casas de praia, fazenda ou em casas com decoração rústica.

PS – O Igor respondeu aqui por quais motivos nossas panelas não ficam engorduradas, hehe. Obrigada a todos que perguntaram.

Um beijo,

Meire

@meire_g

About these ads

20 thoughts on “[Salada Minha Casa] Suporte para panelas

  1. Estou procurando esses ganchos para colocar umas xícaras, o suporte eu já reciclei de um pedaço de portão velho, preciso de uns 30, sabe quanto sai cada um? Foi o artesão que fez também? Obrigada

  2. Meire,

    Eu tambem curto deixar as coisas mais funcionais, gosto de aproveitar cada pedacinho da casa, eu chamei um marceneiro e fiz aquele espaço que fica embaixo do balcão americano um armario com portas corrediças, deu para colocar três prateleiras grossas de madeira, ficou ótimo para guardar as panelas e demais utensilos.

    Aqui em casa meu esposo me ajuda muito tambem, inclusive quando ele esta de folga ele é o Chef de cozinha, eu não curto cozinhar, prefiro mil vezes arrumar a casa, pra ficar perfeito só faltaria que meu marido gostasse de se cuidar como eu gosto, acho muito bonito um homem vaidoso.

  3. Meire, achei muito bonito. Mas como faz com a gordura de quando cozinhamos? Eu não faço fritura em casa e tenho um exaustor que fica imundinho. Dá um trabalhão limpar toda a gordura. Essas “panelinhas” aí não vão ficar engorduradas?
    Que maravilha seu marido gostar de cozinhar, hein. Meu marido quando me ajuda na cozinha diz que só faz isso porque me ama muito porque ele detesta. Ele diz que o serviço não acaba nunca. hahaha. Ah, e ele fica ouvindo podcasts pra ter a sensação de que não perdeu tempo rs. Mas até que ele tem um dote na cozinha – reciclar comida. E ele faz umas gororobas boas e coloca os nomes mais variados possíveis. hehe

    Beijos :)

    • Lidiane,
      Acabei de responder isso pro Guilherme, a gente pensou nisso, mas está dando certo. Na foto não parece mas a distância ficou boa. No dia que for fazer alguma fritura basta tirar as bichinhas de lá, haha. O Igor começou assim, mexendo na cozinha ouvindo podcast daí foi gostando cada vez mais e hoje cozinha super bem. Muito fofo o seu marido dividir as tarefas (eu não teria casado com alguém indisposto, hehe). Beijo!

    • Lidiane, podcast é o melhor amigo do cozinheiro. Também ajuda durante a lavagem de louça.
      Como eu respondi abaixo para Guilherme, óleo não é problema porque eu uso sempre numa faixa de temperatura adequada e com protetores para evitar respingos.
      O problema que você tem com o exaustor é que ele ajuda a gordura (que já está sendo ajudada pela convecção) a subir mais ainda por causa da corrente que cria. Eu tinha um e percebi que quando esquecia de usar a cozinha ficava menos suja (o óleo vaporizado não subia tão alto e caia de volta sempre no fogão ou muito próximo dele; com o exaustor ligado, a cozinha toda ficava oleosa). Mas o essencial mesmo é a distância entre as panelas e o fogão e, especialmente, o uso da tela de proteção durante frituras.

  4. Ficou muito legal!

    Não quero ser estraga-prazeres, mas essa disposição não vai deixar as panelas sujas com o vapor/gordura/etc que vai subir do fogão?

    • Guilherme,
      A gente pensou nisso (principalmente por causa dos livros), mas o Igor fez uns testes e viu que daria certo. Ficou uma distância boa e a cozinha é bem ventilada, fora isto a gente não costuma fazer frituras. Abraço!

    • Guilherme, eu pensei nisso. Como a cozinha é bem ventilada, a maior parte do vapor é levada para longe antes de alcançar as panelas. Fritura realmente seria um problema, mas eu sempre uso um protetor. Nas frituras mais pesadas, uso um de tela (que recondensa o óleo antes dele deixar a panela) e em frituras mais leves uso um especial que nem lembro onde achei, com frestas que abrem num ângulo bem pronunciado e que impedem o óleo de pular para fora (o pouco que escapa, cai no centro do protetor por causa do ângulo das aberturas).
      O mais importante mesmo é nunca deixar o óleo passar de duzentos graus (uso sempre entre 150 e 180), porque aí ele nem queima nem evapora muito.

  5. nooosa “du baralho” o som dos caras heim! ┗┛(◣_◢)┗┛
    um belo clip tbm (levemente me lembrou Systeam of a Down nos tempos de Toxicity – faz teeempo) mas confesso que curto mais um Drum n’ Bass , um eletroBossa (ou Drum n Bossa tanto faz) mas de vez em quanto um progessivo é bom pra “desentupi” as entranhas hahaha

    • Rafael,
      Meu marido é músico (baterista) e vai começar a tocar em uma banda de metal, haha. E lá vou eu pro primeiro ensaio na quinta-feira. Abraço!

Os comentários estão desativados.